VOCÊ ESTÁ EM: NOTÍCIAS / Canoagem

Brasileiros são campeões no masculino de Caiaque Polo

Brasil e Argentina dividiram o protagonismo do Campeonato Pan-americano em Tomazina - PR

06/12/2023 12:05

Brasileiros são campeões no masculino de Caiaque Polo
A Seleção Brasileira disputou contra adversários da Argentina, Estados Unidos e Guiana Francesa no último fim de semana, no Campeonato Pan-americano de Caiaque Polo da COPAC, realizado em Tomazina, no Paraná. O Brasil conquistou o primeiro lugar do Sênior Masculino e também na categoria Masculina Sub 21.
 
Na categoria masculina principal, o Brasil disputou a final contra os Estados Unidos e venceu o jogo muito bem. O atleta Caio Rosa foi o artilheiro da categoria na competição, com seus 12 gols marcados.
 
Já na categoria masculina sub 21, o jogo foi contra a equipe A da Argentina, foi uma final muito disputada, mas o Brasil conseguiu ser melhor e levou o título. O artilheiro foi o atleta Lucas com nove gols.
 
O Brasil ainda chegou a final da categoria sub 21 feminina contra a Argentina, mas acabou ficando em segundo lugar. Porém nossas atletas se destacaram na artilharia da categoria. Com cinco gols cada, Ana Julia da equipe A brasileira e Helena da equipe B ficaram empatadas com Kyara da Argentina como maiores artilheiras.
 
Paulo Zulu, capitão e nº 10 da seleção, destacou que o evento não deixou a desejar em relação às competições internacionais. Ele ressaltou o excelente trabalho realizado pelos alunos, que resultou em um legado significativo para eles mesmos.
 
Diniz Mbure, ala ofensivo e guarda defensivo da equipe brasileira também compartilhou sua experiência no campeonato. “Foi incrível e excelente, apresentando um nível de competição internacional que não deixou nada a desejar em comparação aos campeonatos europeus, que são referência para a modalidade”, disse Diniz
 
“Tomazina acolheu muito bem todas as equipes participantes, envolvendo quatro países no torneio pan-americano. Foi o primeiro Campeonato Pan-Americano em que não foi cobrada taxa de inscrição dos atletas, e todos foram isentos da taxa de arbitragem. E mesmo assim, os árbitros foram remunerados, e houve alimentação e hospedagem para os competidores”
 
Ele compartilhou a sua análise sobre a equipe durante o campeonato “A primeira partida não foi tão boa para nós, sentimos que faltava um pouco mais de vontade e precisávamos aprimorar alguns detalhes. Mas ao longo do campeonato conseguimos evoluir bastante e chegamos forte na final” disse o capitão.
 
“Os Estados Unidos eram uma pedra no sapato desde a final de 2019, onde eles venceram na prorrogação com o Golden Goal. Então a cada jogo que enfrentamos os Estados Unidos era uma grande expectativa a todo momento. E o melhor foi a final, onde conquistamos novamente a taça. Apesar de não ter sido um placar tão elástico, foi uma oportunidade para colocarmos em prática tudo o que aprendemos e sair vitoriosos mais uma vez” completou Zulu
 
Diniz Mbure também falou sobre o desempenho da equipe. “Acredito que a equipe brasileira teve um papel excelente ao longo de toda a competição. A harmonia entre os atletas, o foco no objetivo e a preparação realizada foram fatores que nos ajudaram a chegar o resultado desejado: a classificação do Brasil para o próximo campeonato mundial e a conquista do título, que representa o sétimo título pan-americano para o Brasil. Somos de longe o país das Américas com a maior quantidade de títulos na categoria sênior masculina” disse Diniz.
 
“Os confrontos foram bons. Apesar do equilíbrio, era incerto o vencedor de cada partida, embora os Estados Unidos fossem considerados favoritos. Destaco a inteligência do técnico, Fernando, que soube comandar e utilizar as peças da melhor maneira possível” continuou o atleta.
 
Paulo Zulu ainda deixou uma mensagem para a comunidade do Caiaque Polo. “O sonho de vocês vai além do espetáculo da competição. É sobre viver a canoagem no dia a dia, aprimorando-se sempre para se tornarem não apenas bons, mas excelentes atletas. Com isso, vocês também se tornarão cidadãos dignos, contribuindo não só para suas famílias, mas para suas comunidades e cidades. A persistência, a dedicação e o comprometimento no dia a dia são fundamentais para alcançar esses objetivos. Vista seu sonho e transforme em realidade” disse ele.
 
O evento aconteceu no Parque das Corredeiras entre os dias 01 e 03 de dezembro de 2023, E foi realizado pela Confederação Brasileira de Canoagem, Confederação Pan-Americana de Canoagem, com apoio do Governo Estadual e Prefeitura de Tomazina.
 
Resultados Gerais
No Sub 21, aconteceu o famoso embate entre a rivalidade Brasil e Argentina. No Sub 21 feminino, a Argentina ficou com o ouro ao vencer a equipe A do brasil, que ficou com a medalha de prata. Brasil B ficou com a terceira posição. Já no Sub 21 masculino, foi a seleção brasileira A que conquistou a medalha de ouro, a Argentina A ficou com o segundo lugar, a equipe B do Brasil ficou com o bronze.
 
No Masculino Sênior, o Brasil também foi campeão mas desta vez em cima dos Estados Unidos, enquanto a Argentina ficou com o terceiro lugar. Já na na categoria feminina sênior a Argentina levou a melhor e conquistou o ouro na final contra a Guiana Francesa, o Brasil terminou na terceira posição.
 
Conheça o Caiaque Polo
Para quem não conhece o Caiaque Polo, o esporte é uma modalidade que exige força, técnica e traz junto a paixão e as regras do futebol/basquete para um jogo que é divertido e intrigante. Cada time pode ter 8 atletas na água, cinco titulares e 3 reservas. Mas o jogo é tão dinâmico que não possui posições fixas e a troca entre titulares e reservas pode ser feita sem parar o jogo.
 
O chute é feito com as mãos e o gol fica afixado a 2 metros de altura do nível da água. Assim como no futebol, tem lateral, escanteio e pênalti. Também possui cartões amarelo e vermelho, mas tem o cartão verde (parecido com o amarelo, mas em faltas menos graves). Ganha quem fizer mais gols. Os tempos são de 10 minutos cada lado e intervalo de 3 minutos. Se o jogo empatar, vai para o Golden Gol (quem fizer o gol primeiro ganha).
 
O remo não pode ficar próximo ao corpo da pessoa, isso é falta e a bola vai para o time adversário. Também cada jogador tem 5 segundos apenas para ficar com a bola parada, a ideia é ser um jogo de troca de passes rápido e enérgico. O ataque tem 1 minuto para fazer sua tentativa de chutar ao gol. Como o gol fica 2 metros acima do nível da água, o remo é usado para a defesa.
compartilhe:

Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!

VEJA MAIS NOTICIAS SOBRE: Canoagem